Mochilão em Noronha

Quem quer ir a Noronha, sabe dos valores absurdos e tem um salário “modesto” se pergunta: Isso é possível??? Eu fiz demais essa pergunta. E sim, é possível e vale cada centavo no cofrinho.

Agora se você tem muita grana, possui muitas restrições em viagens e/ou não gosta de natureza, nem continue lendo esse texto. Não é pra você! 😉 Vá para a França!

Outra coisa importante a dizer é que eu não vou fazer roteiro para ninguém. Apenas irei tentar resumir a viagem me preocupando em colocar valores para que você tenha uma ideia muito aproximada do quanto precisaria para chegar lá, levando em consideração o MEU jeito de viajar. Quanto ao seu? Bom…. 😉

IMG_1923

Primeira coisa a pensar será em que época do ano você vai. Eu decidi ir em setembro porque já tinha lido em blogs que é a melhor época do ano em Noronha. Depois descobri que neste mês o sol se põe no meio dos Dois Irmãos. Como eu sou caçadora de pores do sol lindos, é claro que eu não podia perder essa.

IMG_2064

Praia da Cacimba do Padre – Noronha

Logo depois, você precisa conhecer tudo sobre a Tábua das Marés e escolher sua trip em Noronha nos dias de Maré viva, ou seja, quando a maré estiver no seu nível menor. Isso se deve ao fato de que TODAS as trilhas dependem do nível da maré para serem bem aproveitadas.

IMG_5801

As passagens você pode conseguir com milhas, se pesquisar bastante e tiver fé (paciência). A fé é fundamental para pessoas “pobres” que querem chegar em Noronha rs rs. Eu consegui o trecho por 10.000 milhas Recife-Noronha. A média é 1.000 reais esse mesmo trecho.

Em seguida, você deverá pagar a taxa de preservação ambiental que custa atualmente R$51,40 por dia. O sistema faz um cálculo automático na quantidade de dias e esse valor vai diminuir um pouco. Você pode fazer isso aqui: www.noronha.pe.gov.br

Calma que tem mais taxa pra pagar! Você precisa também pagar a Taxa do Parque Nacional Marinho que custa atualmente R$ 81,00 fixo, para brasileiros. Essa carteirinha vai te deixar andar livremente pelo Arquipélago, salvo algumas restrições que podem ser achadas nos outros textos sobre Noronha.

IMG_5948 IMG_5947

Ufa! Acabaram as taxas e agora você precisa resolver onde irá se hospedar. Fernando (meu parceiro de viagens) e eu decidimos ficar na Casa do seu Élcio do Açaí no Boldró. Foi o menor valor que achamos. Não nos arrependemos. Foi ótimo! Entretanto, devo deixar claro que é um quarto muito pequeno, muito simples porém bem LIMPO. Por algum motivo não teve limpeza todos os dias no quarto e é bom que você leve toalhas e tudo mais para tomar banho. É certo ele te oferecer um quarto com ar condicionado e uma cama. O valor individual por 9 dias foi R$720,00. Telefone de Élcio falar comigo no e-mail caroltavares@gmail.com.

Vamos a alguns valores importantes: a água de 1,5L custa R$10,00 e a de 500ml R$ 5,00. Diante disso, decidimos fazer um Bom Preço(Mercado) em Recife para economizar. Colocamos em uma caixa várias águas, biscoitos, barras de cereais e muitos sucos para as trilhas. Economizamos uns 5 dias fazendo isso.

Almoçamos todos os dias muito bem e jantávamos besteirinhas tipo sanduíche ou tapioquinhas (as de Noronha são espetaculares). O valor diário individual de gasto com comida para esse roteiro foi de R$100,00 a R$120,00. Quanto a isso não tem pra onde correr, é caro mesmo!

Outra coisa importante foi o transporte. A ilha possui bairros distantes um do outro. Praias longe, algumas com trilhas longas, com ladeira e muitas pedras. É um tanto cansativo. Decidimos inicialmente não alugar nada e ficar no “busão”. Só que o ônibus começa às 7h, termina 23:30h e só passa de meia em meia hora. Isso estava atrapalhando o nosso roteiro pois perdíamos muito tempo esperando o ônibus. Resolvemos alugar uma moto por R$ 80,00 a diária com o Samuel que alugou a moto dele pra gente. Geralmente, o aluguel de moto em empresas custa R$150,00 a diária. Se você não tiver tanta coisa em mente pra fazer lá como eu tinha, e quiser fazer tudo bem devagar, fique no ônibus (R$3,00) que a economia será maior ainda.

Bem, tudo de essencial foi dito acima. Agora faltam os passeios e comidas que eu vou falar em outros posts e esses irão ficar a seu critério $$$ de fazer ou não.

Esse blog também dá dicas legais de como economizar lá!

http://planejoviajar.com.br/dicas-para-gastar-menos-em-fernando-de-noronha/

Até logo!

Carol

Anúncios

6 comentários sobre “Mochilão em Noronha

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s