Em Brotas, capital nacional do turismo aventura, existe um lugarzinho chamado Areia que Canta. Fica localizada dentro de um hotel fazenda também chamado por este nome.

Após uma trilha de aproximadamente uns 15 minutos no Circuito das Águas, chegamos na “Areia que Canta”. É uma nascente gigante e brota em meio a uma areia muito branca, feita de finíssimos grãos de quartzo, que produzem som de cuíca quando friccionados. A “piscina natural” é uma das mais belas e conhecidas atrações de Brotas. Uma nascente de águas límpidas no meio da mata nativa de 10 metros de diâmetro.

IMG_4478
Areia que Canta – Brotas

Eu estive lá em dezembro de 2012 e achei o lugar fodasticamente lindo! E para completar o passeio, fazemos uma visita às corredeiras do Rio Tamanduá (um lajeado de pedra por onde corre o rio, e forma suas pequenas quedas e “bacias” para hidromassagem natural). Nesse trajeto são mais 15 minutos de caminhada, aproximadamente.

IMG_2765
Corredeiras do Rio Tamanduá – Brotas

Para maiores informações sobre horários de visitas e hospedagens você encontra no sítio da fazenda http://www.areiaquecanta.com.br/

Resuminho:

Localização: Km 124,5 da SP 225, sentido interior-capital. Quem vai de São Paulo deve passar a entrada do hotel e seguir até o próximo retorno, por mais 1,5k.
Como chegar:  Carro. Do acesso na rodovia à recepção do hotel, são 3 km por uma estrada vicinal de terra em boas condições.
Horários para visita: finais de semana e feriados ás 09h, 10h, 12h, 13h, 14h, 15h e 16h. Demais dias 10h, 12h, 14H e 15h
Valor de entrada: R$45,00
Duração: 2h30 a 3h
Precisa de Guia? Sim
Tempo até a piscina: aproximadamente 15 minutos, depois mais 15 até a cachoeira.
Possui estacionamento: Sim
Há restaurantes? Não
Necessário equipamentos de trekking? Uso de tênis ou papete obrigatório.

Em outro post, falarei sobre outras aventuras que fiz em Brotas.

Até breve!

Carol

Anúncios